Saia dos vídeo-games e dos jogos da Fifa: como jogar futebol bem na vida real é a pergunta que vamos responder aqui nesse post.

Você joga com os amigos de final de semana, é um super fã da pelada e gostaria de tornar seu jogo mais divertido. Ou talvez seja aquele cara que usa o esporte para melhorar o condicionamento físico, gosta de praticar treinos diferentes e sentir-se cada dia mais profissional. Tanto faz, todos os tipos de jogadores já pararam e fizeram esse questionamento. Afinal, como transferir aquele desempenho das telas do game para o seu futebol? Aqui, vamos mostrar de forma prática e simples como jogar futebol bem na vida real.

Vamos lá?

Como jogar futebol bem na vida real: qual a sua posição?

Para começo de jogo, qual a sua posição? Esqueça os gramados do vídeo-game onde você é o atacante ou ainda aquela que seu pai diz que é a melhor. É bem comum que as pessoas não saibam qual é a SUA melhor posição e esse é o passo número um para descobrir como jogar futebol bem na vida real. Veja em qual estilo você se encaixa:

Goleiro: Normalmente, alto e ágil. Não precisa ter 1,80m (estamos falando de futebol e não de basquete) mas é senso comum de que precisa ser maior do que seus colegas.

Zagueiro: Tudo bem não ser o maior do time, no entanto, precisa ter corpo para ganhar uma dividida e altura para ganhar uma dividida nas bolas altas. Ser alto, corpulento, ter boa impulsão e cabeceio.

Lateral: Ao contrário das outras posição, ter uma estatura não é o que destaca nas características de um lateral. Outros pontos como bom preparo físico, qualidade do passe e dos lançamentos são mais importantes.

Volante: A altura também não é essencial mas ter volante magrelo não dá. É fundamental ter um corpo avantajado para não se dar mal nas divididas e uma boa capacidade de marcação.

Armador: No futebol moderno, armadores também precisam marcar. Por isso, passe preciso, boa visão do jogo e preparo físico são as características mais indicadas para o cérebro do time.

Atacante: Antes, a altura não era um pré-requisito para atacantes mas isso mudou. Agora, é necessário que o jogador seja rápido e possua uma boa finalização. Se for alto, ajuda.

Como jogar futebol bem na vida real: dicas rápidas

Futebol é sabedoria popular, o famoso aprendizado empírico, ou seja, aprende-se na marra. Para jogar futebol na vida real só existe uma forma: entrando em campo. Você não precisa ser o melhor do mundo para mandar bem na pelada da galera. Só que para ser um bom boleiro, existem algumas dicas básicas, muitas vezes mais fundamentais do que a técnica. Seguem algumas para você elevar o nível do seu futebol na vida real.

#1 Marque e marque sempre

Você vai ficar na defesa? Então tenha consciência da sua posição e marque. Um cara que desarma ganha confiança dos companheiros do time – e em si mesmo. Se sua equipe estiver usando o esquema “um a um”, escolha um adversário e fique nele até seu time recuperar a bola. A dica mais importante aqui é: marque atrás do cara. Assim fica mais díficil de sair um gol e a culpa ser toda sua.

#2 Movimente-se

Quando você estiver com a bola na defesa, o ideal é que toque o mais rapidamente possível para o outro lado da quadra/campo. Fazendo isso você acrescenta dinâmica ao jogo e confunde a marcação. Agora, se você estiver no ataque, nunca fique parado. Busque o jogo. Corra em direção o próprio campo para dar opção de passe. E se tocarem para você, mais uma vez, não fique parado. Continue a movimentação.

#3 Tenha segurança

Se você está em um conteúdo “Como jogar futebol bem na vida real”, talvez não seja um cara muito técnico. Por isso, faça o básico: toque de lado e movimente-se. Muitos pensam que o pior erro no futebol é perder um gol na cara. Na verdade, é perder a bola na zaga e o adversário terminar marcando o placar. Por isso, a dica mais importante aqui é: jogue seguro! Ganhe a confiança dos seus parceiros e assim, receberá mais bolas.

No entanto, se você for mais técnico, pode ousar um pouco mais. Só cuidado para não virar o fominha da turma.

Dica extra: Abuse da tecnologia

Os avanços tecnológicos permitem que o público aprecie os jogos da melhor forma possível e, na maioria das vezes, ainda assegura que os juízes possam tomar decisões mais assertivas. Além disso, a coleta e análise de dados performáticos impactam diretamente no treino, no desempenho e garantem a evolução do futebol como um todo.

Se todo esse movimento está acontecendo no mundo profissional, é natural que o futebol amador comece a incorporar alguns elementos. Existem boas razões para usar tecnologia no futebol com a galera e uma delas é o aplicativo da Joga+, que torna o jogo com o pessoal ainda mais profissional. Baixe agora!

Você tem algum relógio inteligente ou pretende ter? Responda o questionário e receba em primeira mão o novo aplicativo.