Não é apenas de dribles, chutes, jogadas e gols que se vive o futebol. É necessário concentração, performance, foco e determinação, como já dissemos tantas vezes aqui no nosso blog. Claro que você, como jogador amador, deve estar cansado de saber (e ouvir) isso.

Então, vamos falar sobre algo que pode ser novo: como alguns exercícios para o cérebro ajudam a desenvolver essas habilidades. E, consequentemente, melhorar o desempenho no futebol.

A ginástica para o cérebro, como é chamada por alguns especialistas, surgiu faz alguns anos. Em uma pesquisa realizada pelo Instituto Karolinska, localizado na Suécia, comprovou que o cérebro de jogadores profissionais de futebol possui funções executivas mais apuradas do que das outras pessoas. Ou seja, seus faculdades cognitivas possuem capacidade ampliada para tomada de decisões e planejamentos.

Se jogar futebol estimula o cérebro, dentre outros benefícios, podemos considerar a recíproca como verdadeira? Exercitar a massa cinzenta ajudaria a melhorar o desempenho no futebol? Segundo a pesquisa, sim.

Como a ginástica para o cérebro pode melhorar o desempenho no futebol

Segundo Predrag Petrovic, neurologista e um dos autores da pesquisa, um indivíduo não consegue ser um bom jogador se não possuir tiver atividades cerebrais bem desenvolvidas.

Em outras palavras, a diferença entre um atleta campeão para os demais está no controle da mente, no aumento do foco, da concentração e agilidade de raciocínio, habilidades essenciais para uma performance de excelência.

A boa notícia: é possível aprimorar a função executiva por meio de treinamento, ou seja, estimular o cérebro. De acordo com Howard Gardner, psicólogo americano, a inteligência corporal (habilidade motora), espacial (visão de jogo) e lógico-matemática são as funções cerebrais que fazem a diferença para o desempenho de jogadores de futebol.

Tirar a mente da zona de conforto implica em obter maior rapidez de raciocínio, agilidade e capacidade de resolução de problemas.  Com alguns exercícios diários, qualquer pessoa consegue aprimorar habilidades e desenvolver funções executivas indispensáveis para conseguir uma boa performance, seja nos esportes, na vida profissional ou na vida pessoal.

Como? Veja a seguir:

Exercite seu cérebro para melhorar o desempenho no futebol

Para conseguir melhorar seu desempenho no futebol, separamos alguns truques infalíveis para o seu cérebro. Veja quais são eles:

Visão periférica: Muitas das jogadas geniais de Pelé, como o quarto gol da seleção na conquista do tricampeonato em 1970, estavam relacionadas com a visão de jogo do rei. Ou seja, a habilidade de perceber, em segundos, o que se passa à sua volta. Conhecida como visão periférica, essa consciência visual de campo expandida pode ser considerada um dom. No entanto, também pode ser praticada. Quer desenvolver olhos de craque?

  • Chacoalhe os dedos na lateral da sua cabeça, sem olhar para a sua mão. Veja os dedos apenas pelos cantos dos olhos.  Você pode fazer isso o tempo todo, enquanto estiver lendo, no celular ou até trabalhando;
  • Estimule a sua visão noturna. Quando estiver tomando banho, desligue a luz. Pode parecer loucura, mas atividades do escuro visam estimular as células bastonete, localizadas na retina periférica.

-Raciocínio rápido:  Quanto mais rápida a resposta do raciocínio, melhor o desempenho em campo, afinal, uma partida de futebol exige rapidez e agilidade. Uma das formas de conseguir desenvolver o raciocínio rápido são os jogos de tabuleiro e desafios matemáticos – capazes de deixar a nossa mente mais rápida e ágil. Quer praticar o raciocínio?

  • Tente algo diferente. Atividades novas, jamais experimentadas,estimulam o cérebro e ajudam a criar novas conexões neurais;
  • Treine sua memória, procure decorar números de telefone, nomes de ruas, receitas e quaisquer outras informações da sua rotina.

– Boa respiração: uma respiração correta feita pelo abdômen reduz os efeitos do estresse no cérebro e auxilia no bom funcionamento das funções cognitivas.  Além disso, diminui os efeitos da fadiga e do cansaço e facilita a prática da corrida. Respire!

-Pratique a respiração quadrada: mais do que apenas inspirar e expirar, é importante realizar uma pausa antes de cada uma dessas ações;

-Pratique a respiração abdominal deitada: coloque as mãos sobre o abdômen e conte enquanto respira, para criar um ritmo. Inspire contando mentalmente até quatro e expire pelo mesmo tempo, sempre pelas narinas.

– Foco e Concentração: esses são itens essenciais para qualquer atleta. Estar preparado mentalmente é tão essencial quanto estar preparado técnico e fisicamente; evitando distrações e controlando emoções. Concentre-se e desenvolva seu foco, diariamente, com pequenos exercícios na sua rotina.

-Ouça uma música e tente identificar os instrumentos do conjunto é um dos exercícios recomendados;

-Procure alimentos que possam trazer de volta algumas memórias da infância.

Agilidade mental: saber os movimentos exatos no tempo certo acarreta em boas jogadas e o que assegura isso é a habilidade mental. Alguns exercícios ajudam a um bom funcionamento das funções executivas do cérebro como:

-Vista-se ou tire a roupa com os olhos fechados: pode parecer sem sentido, mas esse exercício melhora a coordenação, aumenta a união do hemisfério direito e do esquerdo, aprimora a motricidade fina, realiza mapas mentais sobre a distância existente de botão a botão, sobre como fechar o zíper, por onde introduzir os braços…

-Aprenda 5 palavras em outro idioma: não importa em qual língua ou se a cada dia é um diferente. Para melhorar a agilidade mental, aprenda entre 3 a 5 palavras novas diariamente.

Quando colocamos o cérebro em ação, os resultados são visíveis. Além de melhorar seu desempenho em campo pode alterar realmente a sua configuração de jogo. São apenas alguns exercícios diários.

Quer acrescentar mais alguns na sua rotina? O que acha de mudar o percurso habitual pelos corredores do supermercado, escrever com a mão não dominante ou mudar a localização de objetos familiares que você normalmente pega sem pensar?

Pratique!

Nós da Joga+ queremos que o futebol amador tenha as mesmas possibilidades do profissional. Acreditamos que jogar em grupos, além de gerar benefícios para a saúde, traz vantagens das esferas pessoais e sociais. Por isso, sempre estamos falando sobre isso! Siga as nossas redes e fique por dentro do que está sendo discutido no blog.